A CIP, através do seu Vice-Presidente Óscar Gaspar, participou no dia 14 de outubro, através de vídeo conferência, na Cimeira Social Tripartida.

As Cimeiras são compostas pela Presidência do Conselho em exercício, pelas duas Presidências seguintes (no contexto atual, Alemanha, Portugal e Eslovénia, respetivamente), pela Comissão e pelos Parceiros Sociais europeus e nacionais.

O tema objeto de discussão foi “Implementing together an inclusive economic and social recovery of the EU””.

Na sua intervenção, o Vice-Presidente da CIP realçou, em síntese:

  • A necessidade de a União focalizar-se no crescimento económico;
  • Assegurar que os fundos chegam rapidamente à economia real e o bom uso dos mesmos;
  • As metas do Green Deal devem ser realistas, as empresas apoiadas na sua transição e a necessidade de a liderança Europeia nesta matéria não podo deixar de mostrar resultados e assegurar um level playing field;
  • No âmbito da digitalização dos mercados de trabalho, assume particular importância o Pacto para as Competências e a participação efetiva dos Parceiros Sociais na modelação e funcionamento dos sistemas de educação e formação profissional;
  • A Concertação Social tem contribuído, de forma inequívoca, para a criação e a manutenção de um clima de pacificação social, onde divergências ideológicas não devem sobrepor-se ao interesse coletivo;
  • A iniciativa sobre salários mínimos justos tem de respeitar as competências dos Estados-Membros e a autonomia dos Parceiros Sociais, tudo no âmbito de um instrumento não vinculativo.