O FUTURO COMEÇA AGORA

Conheça o programa

Sobre
O Programa
Cursos
Como Participar
Resultados

Um plano de formação

que vai transformar Portugal:

O FUTURO DO TRABALHO COMEÇA AGORA

O Projeto Emprego Mais Digital, concebido pela CIP em parceria com o IEFP – Instituto do Emprego e Formação Profissional, I.P. e com a Estrutura de Missão Portugal Digital (EMPD),  vem promover a (re)qualificação e a inclusão digital, através do desenvolvimento de uma oferta formativa qualificante dirigida às empresase aos seus colaboradores.
É o plano de transformação digital para recursos humanos mais completo do país. Um programa gratuitoem quatro etapas: identificação das necessidades, ajuste dos conteúdos formativos, certificação digitale monitorização durante todo o processo
Este programa prevê a realização de um conjunto de ações de formação na área digital em todo o país, respondendo a necessidades diagnosticadas pelas associações empresariais junto das empresas suas associadas, quer ao nível das tecnologias da informação e comunicação, quer ao nível da operação digitalde equipamentos e da sua manutenção.

As ações de formação foram pensadas para que cada empresa possa responder aos desafios do futuro, estando inseridas dentro das seguintes áreas e temáticas:

Ferramentas de produtividade e colaboração
Comércio digital – Estratégia de empresa & Operacionalização
Cibersegurança
Gestão de Redes Sociais
UX/UI Design
Análise de Dados
Business Intelligence
Linguagens de Programação
Outra

 

O Projeto Emprego Mais Digital é dinamizado pelas associações empresariais associadas da CIP, e abrangerá, numa primeira fase e ao longo de 2021, 25 mil ativos

Uma empresa com mais.

Benefícios para as empresas

+ capacidade de resposta aos grandes desafios dos mercados;

+ flexibilidade para integrar em cada atividade novas tecnologias de valor acrescentado;

+ resiliência e competitividade.

Uma carreira com mais.

Benefícios para os trabalhadores

+ preparação para enfrentar os desafios tecnológicos;

+ opções e capacidade para integrarem postos de trabalho com componentes digitais de forte valor acrescentado;

+ poder de inclusão no mercado de trabalho e menor risco de desemprego;

+ anos de vida ativa.