A BUSINESSEUROPE insta a Comissão Europeia a analisar cuidadosamente recentes desenvolvimentos em alguns Estados Membros que representam novos obstáculos à atividade do transporte internacional, afetando consequentemente a livre circulação. Em carta enviada à Comissária Violeta Bulc, responsável da Comissão Europeia pelos Transportes, a BUSINESSEUROPE refere os exemplos da nova legislação alemã sobre o salário mínimo, os novos controlos do transporte rodoviário na Hungria e a regulamentação adotada na França e na Bélgica que proíbe o descanso semanal na cabina.