Nas vésperas da Assembleia anual das PME da UE que decorreu no Luxemburgo de 18 a 19 novembro e onde a CIP participou, a BUSINESSEUROPE e a UEAPME (União Europeia do Artesanato e das Pequenas e Médias Empresas) apresentaram as suas prioridades comuns sobre a política europeia das PME. Neste parecer, as duas entidades defendem que as especificidades das PME devem ser integradas em todas as políticas da UE e que a base da política europeia das PME – o Small Business Act – deve ser revisto e reforçado, na medida em que reúne um conjunto de indicadores e metas de referência para a execução das políticas das PME dos Estados Membros, cuja avaliação passará a ser integrada no processo do Semestre Europeu.
Os temas abordados neste documento que deverão integrar a Política europeia das PME são:
• Acesso aos mercados através do reforço do princípio do reconhecimento mútuo;
• Implementação da Diretiva Serviços, incluindo o desenvolvimento dos Balcões Únicos;
• Estabelecimento de empresas noutros Estados Membros;
• Normas europeias relevantes em termos de qualidade e comerciais;
• Equilíbrio adequado entre os interesses das empresas e a proteção do consumidor;
• Acesso ao financiamento;
• Oferta de mão de obra qualificada.