A CIP participou no Workshop “Maximização do potencial da Diretiva Serviços: eliminação de barreiras à livre prestação de serviços”, organizado pela Comissão Europeia e pela Direção Geral da Atividades Económicas do Ministério da Economia, no dia 31 de outubro, no Porto, e que agrupou as experiências de empresas e stakeholders portugueses, espanhóis e franceses.

Neste workshop, integrado nos trabalhos da Comissão Europeia de avaliação do Mercado Único de Serviços,  o Vice-Presidente da CIP, José António Barros, referiu que “atualmente, a construção do Mercado Único constitui um dos principais ativos da União Europeia, mas o mercado único dos serviços revela ainda fragmentações significativas que importa eliminar por forma a libertar o potencial de crescimento e de emprego que este processo encerra”. Para tal, a CIP considera “importante a divulgação deste Mercado, as suas oportunidades, as suas regras e, sim, também, os seus obstáculos, trabalho onde as associações empresariais deverão ter, naturalmente, um papel fundamental.”

Conheça aqui a intervenção de José António Barros.