O Diretor do Departamento de Assuntos Jurídicos e Sócio Laborais da CIP – Confederação Empresarial de Portugal, Gregório Rocha Novo, sucede a João Proença na presidência do Centro de Relações Laborais (CRL), um órgão técnico de apoio à negociação colectiva, que começou a funcionar há um ano.

Segundo o dirigente da CIP, “o Centro tem dois tipos de preocupações: o acompanhamento do desenvolvimento da situação do emprego e da formação profissional e, principalmente, o apoio à negociação coletiva“.

O Centro de Relações Laborais é um organismo da Administração Pública, tripartido, constituído por representantes do Governo e dos parceiros sociais e vem, também, substituir o extinto Observatório do Emprego e Formação Profissional, funcionando sob orientação do Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social. O Centro fornece dados aos parceiros e atores sociais, que permitam dinamizar a negociação entre sindicatos e associações de empregadores”.

O presidente é designado pelos membros do CRL, por períodos de um ano.