O Economic Outlook do outono de 2014, elaborado pela BUSINESSEUROPE e para o qual a CIP contribuiu com dados e opiniões relativos a Portugal, revela que a recuperação da economia europeia perdeu algum dinamismo, estimando-se para este ano uma taxa de crescimento de 1.4% na União Europeia e de 0.8% na área do euro. Para 2015, prevê-se uma ligeira aceleração da recuperação, com o consumo e o investimento a substituírem gradualmente as exportações líquidas como principal motor do crescimento.

Neste relatório, a BUSINESSEUROPE acolhe favoravelmente as medidas tomadas pelo Banco Central Europeu em junho e setembro deste ano, mas considera que não serão suficientes se não forem acompanhadas por reformas estruturais adicionais que favoreçam a competitividade dos mercados de bens e serviços, a flexibilidade laboral, o melhor acesso ao financiamento e o aprofundamento do mercado único.

A BUSINESSEUROPE defende também uma composição das políticas orçamentais, mais favorável ao crescimento, através da redução da carga fiscal, por contrapartida de cortes nas despesas públicas em áreas não produtivas.
Constatando que os preços da eletricidade para a indústria são, na Europa, mais do dobro dos praticados nos Estados Unidos e na Rússia, o relatório apela ainda à tomada de decisões políticas para reduzir os preços da energia e à necessidade de investimentos para desenvolver a interconexão da rede energética europeia.

Conheça o documento na íntegra aqui.