A BUSINESSEUROPE divulgou na Cimeira Social Tripartida de 15 de outubro o seu Economic Outlook do outono de 2015. Em Comunicado de imprensa, a BUSINESSEUROPE realça também as mensagens que enviou ao Conselho Europeu de 15 e 16 de outubro, transmitindo a perspetiva empresarial europeia sobre o enquadramento económico, a governação da União Económica e Monetária, a situação migratória e o referendo do Reino Unido.

No Economic Outlook, a BUSINESSEUROPE considera que a recuperação económica da União Europeia deverá continuar. Tendo por base a manutenção dos baixos preços do petróleo, uma taxa de câmbio do euro relativamente baixa e o apoio do Banco Central Europeu, as expectativas de crescimento económico da Europa mantêm-se ao mesmo nível da Primavera passada: crescimento do PIB da UE em 2015 de 2.0% e de 1.7% na área do euro. Para 2016, a BUSINESSEUROPE espera que o crescimento se situe sensivelmente ao mesmo nível de 2015: crescimento de 2.0% na UE e de 1.8% na área do euro.

A BUSINESSEUROPE identifica como fatores de risco potencialmente importantes do crescimento da UE, a desaceleração dos mercados emergentes, as consequências das revelações da VW e a crise migratória.

Em termos de política económica, a BUSINESSEUROPE considera urgente a necessidade de a UE e os seus Estados Membros prosseguirem com reformas estruturais indutoras do crescimento por forma a aumentar o potencial de crescimento e conseguir preservar a atual recuperação.