O Conselho do Turismo Português da CIP reuniu no dia 28 de novembro para, no essencial, efetuar o balanço e analisar (aos níveis nacional e regional) o atual ano turístico.

As perspetivas de evolução do turismo em 2017 e a problemática do alojamento local foram, também, temas em debate.

No que diz respeito a 2016, em termos turísticos, os presentes consideraram que os resultados foram bons, mas manifestaram preocupação com a sustentabilidade dos mesmos.

Para além deste aspeto, foi entendido que o setor do turismo não tem tido a valorização que merece (note-se que um terço das exportações portuguesas tem origem nos serviços, metade dos quais são da responsabilidade do setor do turismo), facto que urge corrigir.

Por último, importa referir que a capacidade aeroportuária de Lisboa foi outro dos temas em discussão. Os presentes manifestaram necessidade de trazer à ordem do dia este assunto, quer porque os limites estão a ser alcançados, quer porque, em 2017, o novo terminal de cruzeiros de Lisboa estará concluído.