O Presidente da CIP, António Saraiva, enviou hoje, dia 16 de maio, uma carta ao Presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, onde demonstra a sua preocupação face à possibilidade de pressões para uma redução mais rápida do défice, através da exigência de medidas adicionais mais severas ou mesmo da imposição de sanções, resultarem em novos aumentos de impostos.

A CIP valoriza os esforços levados a cabo por Portugal para reduzir o défice e apela à Comissão Europeia para evitar medidas politicamente injustificáveis que possam colocar em risco a recuperação económica em Portugal.
É esperado que a Comissão Europeia divulgue as suas recomendações específicas para Portugal no dia 18 de maio.