No final de junho e em julho de 2015, os Conselhos da CIP estiveram em grande atividade.

Neste período, o Conselho Estratégico Nacional da Saúde reuniu por duas vezes:
– a 24 de junho, foi preparada a audiência com o Ministro da Saúde, que teve lugar nesse mesmo dia, e foi discutido o 2.º Painel do Congresso da CIP, subordinado ao tema “O Valor Económico da Saúde”;
– a reunião de 6 de julho foi, basicamente, dedicada à preparação do 2.º Painel do Congresso da CIP.

O Conselho Associativo Regional reuniu no dia 01 de julho com o objetivo de efetuar o ponto de situação sobre os fundos europeus disponíveis para Portugal no período 2014/2020.

O Conselho da Indústria Portuguesa efetuou a sua 10.ª reunião no dia 02 de julho. Estiveram em foco os documentos produzidos no seio dos seguintes Grupos de Trabalho deste Conselho:
– Reindustrialização e Política Industrial;
– Políticas de Ciência, Tecnologia e Inovação: ligações Universidade/Empresas;
– Infraestruturas Portuárias (Gestão de Contentores) e Ferroviárias.

A 34.ª reunião do Conselho Estratégico Nacional da Energia teve lugar no dia 16 de julho. O Decreto-Lei n.º 68-A/2015 (relativo à cogeração e à eficiência energética), a representação dos consumidores industriais nos Conselhos da ERSE e as consequências da nova capacidade de interligação elétrica Espanha/França na dinamização do Mercado Único da energia foram os assuntos em destaque.

Por último, o Conselho Estratégico Nacional do Ambiente reuniu no dia 22 de julho. Este encontro incidiu, essencialmente, sobre a consulta pública:
– Da Comissão Europeia sobre Economia Circular;
– Do Governo referente ao Plano Nacional da Água.