POLÍTICA INDUSTRIAL PARA O SÉCULO XXI – BEJA

CIP16_Banner_Beja_v2

Braga | Leiria | Torres Novas | Loulé | Aveiro | BEJA

Informações adicionais: eventos@cip.org.PT

Programa – 23 de junho – Beja

16h45   Receção dos Participantes

17h00   Abertura
Filipe Fialho Pombeiro, Presidente da NERBE/AEBAL – Associação Empresarial do Baixo Alentejo e Litoral
António Saraiva, Presidente da CIP – Confederação Empresarial de Portugal

17h30   Reindustrialização, Politica Industrial para o século XXI e Indústria 4.0
Luís Mira Amaral, Presidente do Conselho da Indústria Portuguesa da CIP

18h00   Aplicação do Portugal 2020 às empresas portuguesas: ponto de situação
Sérgio Ferreira Alves, Sociedade Portuguesa de Inovação

18h20    Apresentação do estudo “Reindustrialização da economia portuguesa: impacto no emprego, profissões e competências”
José António Sousa Fialho, Universidade Católica Portuguesa

18h40   Painel de Debate
Moderador:
Filipe Fialho Pombeiro – Presidente da NERBE/AEBAL
Mário Lopes, Membro do Conselho da Indústria da CIP
Pedro Lopes, Diretor do Grupo De Prado Portugal, SA
José Natário, Diretor do Aeroporto de Beja
Bruno Rodrigues, Microsoft EU Grant Advisor

19h30   Encerramento
António Saraiva, Presidente da CIP – Confederação Empresarial de Portugal
Filipe Fialho Pombeiro, Presidente da NERBE/AEBAL – Associação Empresarial do Baixo Alentejo e Litoral
Vítor Picado, Vereador da Câmara Municipal de Beja
Jorge Pulido Valente, Vice-Presidente da CCDRA – Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Alentejo

Oradores

Filipe Fialho Pombeiro, Presidente da NERBE/AEBAL – Associação Empresarial do Baixo Alentejo e Litoral

Filipe Fialho Pombeiro

Filipe Fialho Pombeiro, 39 anos, casado com 2 filhos, é Economista, Pós-graduação em Auditoria e Revisão de Contas, Técnico Oficial de Contas, Revisor Oficial de Contas, Professor Convidado do Instituto Politécnico de Beja, Formador e Empresário. Presidente de Direcção do NERBE/AEBAL desde 2012, Vice-Presidente de Direção da AIP/CCI, Membro do Conselho de Curadores da Fundação AIP, Vice-Presidente do Conselho de Administração da Fundação AIP e Membro do Conselho Geral da CIP.

António Saraiva – Presidente da CIP – Confederação Empresarial de Portugal

António Saraiva

TESTEMUNHO

António Saraiva, 62 anos, 2 filhos, 4 netos, é Presidente da CIP – Confederação Empresarial de Portugal desde Janeiro de 2011. Foi Presidente da CIP – Confederação da Indústria Portuguesa de Janeiro de 2010 a Janeiro de 2011. Diretor da Metalúrgica Luso-Italiana desde 1989 e Administrador a partir de 1992, adquiriu a empresa ao Grupo Mello em 1996, sendo atualmente Presidente do Conselho de Administração.

Luís Mira Amaral, Presidente do Conselho da Indústria Portuguesa da CIP

Banco BIC

TESTEMUNHO

Engenheiro Eletrotécnico pelo IST, Mestre em Economia pela Faculdade de Economia da Universidade Nova de Lisboa e Pós-Graduado em Gestão (“STANFORD EXECUTIVE PROGRAM”) pela Universidade de Stanford. Foi Ministro do Trabalho e Segurança Social e Ministro da Indústria e Energia. Foi Presidente do Instituto de Gestão Financeira da Segurança Social, Presidente da Banca de Investimento do Grupo BFE, Administrador do BPI, Presidente Executivo dos Bancos de Fomento em Angola e Moçambique, Presidente Executivo da CGD e administrador de várias empresas entre as quais a EDP, UNICER, CIMPOR, VISTA ALEGRE-ATLANTIS, EDINFOR, TVTEL, Membro do “Supervisory Board” do “Royal Lankhorst Euronete Group” (Holanda), Administrador Independente e Presidente do Comité de Auditoria da NOVABASE SGPS SA. É actualmente Presidente Executivo do Banco BIC Português SA, Professor Catedrático Convidado de Economia e Gestão do IST, Administrador da Sociedade Portuguesa de Inovação e Presidente dos Conselhos da Indústria e Energia da CIP.

Augusto Medina – Presidente da Sociedade Portuguesa de Inovação

Augusto Medina

Fundador e Presidente do Conselho de Administração da Sociedade Portuguesa de Inovação, é responsável por um vasto número de projetos do setor público e privado nas áreas de investigação e desenvolvimento, inovação e empreendedorismo. Professor Catedrático da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto, desde 1979, foi Diretor fundador da Escola Superior de Biotecnologia da Universidade Católica Portuguesa.

Mário Lopes, Membro do Conselho da Indústria da CIP

MARIO LOPES

TESTEMUNHO

Nasceu a 22 de Julho de 1959. Licenciado em Engenharia Civil (ramo de Estruturas) (I.S.T. 1982). Prémio Edgar Cardoso de 1982 (melhor classificação da licenciatura nas disciplinas da área de “Pontes e Estruturas Especiais”). Curso de Mestrado em Engenharia de Estruturas – (I.S.T. 1985). Doutoramento em Engenharia Sísmica pelo Imperial College of Science, Technology and Medicine (Londres, 1991). É Professor do Departamento de Engenharia Civil do Instituto Superior Técnico e Presidente da ADFERSIT (Associação para o Desenvolvimento de Sistemas Integrados de Transportes). É autor de numerosos artigos e livros técnicos sobre engenharia sísmica e planeamento de transportes.Nasceu a 22 de Julho de 1959. Licenciado em Engenharia Civil (ramo de Estruturas) (I.S.T. 1982). Prémio Edgar Cardoso de 1982 (melhor classificação da licenciatura nas disciplinas da área de “Pontes e Estruturas Especiais”). Curso de Mestrado em Engenharia de Estruturas – (I.S.T. 1985). Doutoramento em Engenharia Sísmica pelo Imperial College of Science, Technology and Medicine (Londres, 1991). É Professor do Departamento de Engenharia Civil do Instituto Superior Técnico e Presidente da ADFERSIT (Associação para o Desenvolvimento de Sistemas Integrados de Transportes). É autor de numerosos artigos e livros técnicos sobre engenharia sísmica e planeamento de transportes.

Bruno Rodrigues, Microsoft EU Grant Advisor

BR

Licenciado em gestão e administração de empresas, pós-graduado em e-business e sistemas de informação e master em business e administration conjunto nas Escolas de Negócios AESE e IESE da Universidade de Navarra. Responsável na Microsoft pela iniciativa Programa MAIS que, em parceria com entidades publicas e privadas, pretende aumentar o conhecimento e compreensão das empresas em relação a oportunidades de apoios da União Europeia e a beneficiarem de um processo mais facilitado de candidatura, se pretenderem candidatar-se a apoios para investimentos elegíveis. Foi gestor da iniciativa EUGA (European Union Grants Advisor), programa da Microsoft EMEA que, em parceria com a Comissão Europeia, HP, Intel, entre outras, teve os mesmos objectivos nos 27 estados membros acrescidos do Brasil, México e Venezuela.

Local

NERBE/AEBAL – Associação Empresarial do Baixo Alentejo e Litoral
Rua Cidade de S. Paulo, Apartado 274 
7800-453  Beja

38°00’18.2″N 7°51’14.3″W

BEJA_localizacao

POPH
QREN
Governo da República Portuguesa
União Europeia