FNS – Federação Nacional de Prestadores de Cuidados de Saúde

  Categoria: Newsletter, Notícias dos Associados

fns-logo_quad

 

A FNS – Federação Nacional de Prestadores de Cuidados de Saúde foi constituída no início de 1996, em resultado de um movimento de diversas associações representativas de prestadores de cuidados de saúde, que, nos anos precedentes, vinham cimentando uma política de aproximação, através do debate conjunto das principais questões que se colocam ao setor da Saúde.

A FNS tem como objeto estatutário a defesa e promoção dos interesses das associações federadas e restantes associados, no âmbito da prestação de cuidados de saúde por parte de entidades privadas e contribuir para a definição de uma política de Saúde. Integra as seguintes associações:

  • ANAUDI – Associação Nacional de Unidades de Diagnóstico por Imagem
  • ANACARD – Associação Nacional de Cardiologistas
  • ANADIAL – Associação Nacional de Centros de Diálise
  • ANL – Associação Nacional dos Laboratórios Clínicos
  • APHP – Associação Portuguesa de Hospitalização Privada
  • APMFR – Associação Portuguesa de Medicina Física e de Reabilitação

A FNS representa, através das associações suas filiadas, um universo de cerca de 800 empresas de prestadores de cuidados de saúde.

A RCS – Rede Convencionada de Saúde é uma marca registada em nome da FNS e pretende conferir uma identidade percetível por parte dos stakeholders da Saúde e da população em geral, a uma realidade que existe há mais de 30 anos, que é a rede nacional de cuidados de saúde convencionada com o Serviço Nacional de Saúde (SNS).

O Setor Privado convencionado com o SNS constitui uma rede de proximidade, com mais de 3.000 locais de atendimento, que coloca a quase totalidade da população portuguesa a menos de meia hora de distância dos meios complementares de diagnóstico e terapêutica.

O Setor produz para o Serviço Nacional de Saúde (SNS), cerca de 330 mil atos diariamente (mais de 100 milhões de atos por ano) e dá resposta a 60.000 requisições médicas por dia (18 milhões de requisições por ano), o que representa mais de 90 % da produção total do SNS, em ambulatório.

 

Partilhar...Email this to someoneTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on LinkedIn