Fazer Acontecer o Crescimento: uma agenda para a competitividade, o investimento e o emprego

  Categoria: Newsletter

cip_3_redondo

 

Programa de Ações para o Triénio 2017-2019

Os Corpos Sociais da CIP para o triénio 2017-2019 estão conscientes da responsabilidade e da exigência que implica liderar uma confederação que se assume como organização de cúpula do movimento associativo empresarial português, empenhada na prossecução de uma missão, que se traduz estatutariamente por:

  • Representar, interna e externamente, a atividade empresarial nacional, com autonomia e independência.
  • Contribuir para o progresso da economia de mercado e da iniciativa privada.
  • Apoiar as empresas de todas as dimensões e sectores.
  • Ser o porta-voz das empresas, assumir e defender os seus interesses e propostas junto das instâncias económicas, políticas e sociais.
  • Defender o diálogo social como instrumento para o aumento da competitividade.
  • Negociar, em nome das empresas, com os parceiros sociais e o poder político, a nível nacional e internacional.
  • Ser um agente de mudança em diálogo com a sociedade civil, promovendo e assegurando o crescimento sustentável das empresas e da economia portuguesa no quadro da globalização.

Para cumprir esta missão e:

  • Reconhecendo, com orgulho, o legado de todos quantos, na CIP, contribuíram, ao longo de mais de 42 anos, para a construção de um modelo económico livre, transparente e concorrencial;
  • Fieis ao projeto de renovação da CIP, iniciado em 2010, que lhe proporcionou um universo de representação transversal mais abrangente, com a integração no seu seio de um conjunto de mais entidades associativas sectoriais e regionais, bem como do universo das Câmaras de Comércio e Indústria;
  • Assumindo como princípios fundamentais da sua estratégia e das suas linhas de orientação a defesa do interesse nacional, da economia de mercado e da iniciativa empresarial privada;
  • Pretendendo reforçar a posição da CIP como a confederação empresarial mais representativa a nível nacional, uma estrutura associativa de empregadores forte, coesa e abrangente, que possa defender mais eficazmente os interesses das empresas portuguesas;
  • Cientes dos complexos e difíceis desafios que as empresas portuguesas hoje enfrentam;

Os Corpos Sociais da CIP para o triénio 2017-2019 apresentam o seu programa de ação com base em três compromissos chave:

  • O compromisso com o crescimento económico;
  • O compromisso com uma Europa unida em torno da competitividade;
  • O compromisso com um movimento associativo sólido e com valor para as empresas.

Conheça aqui o Programa de Ações para o Triénio 2017-2019 na integra.

Partilhar...Email this to someoneTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on LinkedIn