CIP promove fórum empresarial em Madrid

  Categoria: Assuntos Internacionais, Comunicados, Destaque

2018-04-17_encontro-empresarial-espanha-portugal

Mais de 200 empresários participam hoje no Encontro Empresarial Espanha – Portugal. Uma iniciativa da CIP e da CEOE, com a presença do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa e do Ministro da Economia, Indústria e Competitividade de Espanha, Román Escolano.

A CIP – Confederação Empresarial de Portugal, em conjunto com a sua congénere, a Confederação Espanhola de Organizações Empresariais (CEOE), juntam hoje empresários ibéricos num encontro bilateral. Uma iniciativa que coloca a debate as oportunidades e desafios comuns das duas economias, nomeadamente nos domínios da energia, logística e infraestruturas de transporte e na cooperação empresarial bilateral e transfronteiriça.

“A concretização dos objetivos que a Europa estabeleceu no que respeita a renováveis no consumo final de eletricidade impõe que, com a máxima prioridade, as previstas interconexões através dos Pirenéus estejam operacionais”, lembrou António Saraiva esta manhã no discurso de abertura do encontro. Concluindo que: “Urge, portanto, um entendimento final entre as três partes – Portugal, Espanha e França – já anunciado, mas ainda não efetivado. A competitividade das nossas economias exige a concretização no mais breve prazo dessa ação conjunta”. 

Também no que respeita à política de infraestruturas e de transportes, após um período marcado pela quebra de investimento público, o Presidente da CIP afirma que “é preciso ativar os recursos nacionais e europeus adequados às necessidades de investimento em infraestruturas e serviços prioritários”.

A CIP identifica como prioritárias as ligações ferroviárias nos corredores de Aveiro – Salamanca – Irun e de Sines/Setúbal à fronteira com a França, passando por Madrid, com as características técnicas que lhes permitam oferecer um serviço competitivo para mercadorias. 

O relacionamento comercial com países terceiros será outro dos temas em debate. A CIP defende a rápida conclusão de um acordo ambicioso e abrangente entre a União Europeia e o Mercosul. “Consideramos que esta abertura comercial constituirá uma força importante para contrariar as atuais tendências protecionistas e/ou intervencionistas, que agora se multiplicam no limiar de uma guerra comercial”, nota António Saraiva.

As oportunidades de cooperação empresarial no continente africano constituem também objeto de reflexão. No quadro europeu – agora em plena preparação da renovação da parceria entre a UE e os países ACP –  a CIP defende uma conjugação inovadora das políticas comercial e de desenvolvimento da União Europeia, em cooperação com os seus Estados-Membros. 

“Em todos estes temas, Portugal e Espanha têm toda a vantagem em unir as suas vozes, numa estratégia articulada em torno de interesses comuns. Não tenho dúvidas de que, juntos, conseguiremos mais do que isoladamente”, conclui o responsável da CIP.

Partilhar...Email this to someoneTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on LinkedIn