Política Industrial para o Séc. XXI

CIP16_Banner_Genérico_v2

BRAGA | LEIRIA | TORRES NOVAS | LOULÉ | AVEIRO | BEJA

Compromisso

A CIP – Confederação Empresarial de Portugal promoveu, durante os meses de maio e junho, um Ciclo de Debates que juntou, em seis cidades portuguesas – Braga, Leiria, Torres Novas, Loulé, Aveiro e Beja – as forças vivas de cada região, para debater, com os empresários, o tema da “Política Industrial para o Século XXI“.

António Saraiva, Presidente da CIP, e Luís Mira Amaral, Presidente do Conselho da Indústria Portuguesa da CIP, acompanhados de Augusto Medina, da Sociedade Portuguesa de Inovação, de Fernando Chau e José António Sousa Fialho, da Universidade Católica Portuguesa, e de vários membros do Conselho da Indústria da CIP – José Cordeiro, António Neto da Silva, Luís Alves Monteiro, Jorge Tomás Henriques, José Manuel Fernandes e Mário Lopes – percorreram o país e debateram com os empresários locais esta nova indústria que utiliza intensivamente as tecnologias da informação, comunicação e localização mais avançadas, bem como a robótica, na linha do que se convencionou designar por Indústria 4.0, mas também uma indústria cada vez mais baseada em fortes competências em inovação e design, na orientação para o cliente, no uso de tecnologias energéticas e de materiais eficientes e no capital humano criativo e qualificado com o consequente reforço do capital social.

A CIP teve como parceiras desta iniciativa a Associação Industrial do Minho, a NERLEI – Associação Empresarial da Região de Leiria, a NERSANT – Associação Empresarial da Região de Santarém, a NERA – Associação Empresarial da Região do Algarve, a AIDA – Associação Industrial do Distrito de Aveiro e a NERBE/AEBAL – Associação Empresarial do Baixo Alentejo e Litoral.

Neste contexto, foi lançado no âmbito deste Ciclo de Conferências um Compromisso para o relançamento Industrial e Competitividade, com o qual a CIP pretende que os empresários signatários deste Compromisso assumam o desígnio do relançamento industrial em Portugal.

Pretendeu-se assim, com este Ciclo de Debates, refletir sobre a política que deverá acelerar o ressurgimento do protagonismo da Indústria, no contexto de um novo paradigma de produção industrial inserida na economia do conhecimento.

POPH
QREN
Governo da República Portuguesa
União Europeia