Categoria: Notícias dos Associados



CELPA promove Prémio Floresta e Sustentabilidade

logo-celpa

 

A CELPA – Associação da Indústria Papeleira está a promover a 2ª edição do Prémio Floresta e Sustentabilidade – https://cofinaeventos.com/premiofloresta2018/ -, o único prémio inteiramente dedicado à fileira florestal portuguesa.

As candidaturas estão abertas até 31 de Dezembro de 2018 (Economia e Gestão, Floresta e Comunidade e Inovação&Ciência) e 31 de Janeiro de 2018 (categoria Escolas e Floresta).

As categorias deste ano são:

  1. Gestão e Economia da Floresta: Prémio que pretende distinguir projetos e/ou negócios sustentáveis lançados por associações de produtores, produtores, empresas florestais, empresas não florestais, prestadores de serviços ou outras entidades.
  2. Floresta e Comunidade:Prémio que pretende distinguir projetos de educação ambiental e florestal provenientes de ONG, autarquias ou outras entidades, incluindo pessoas individuais, que tenham projetos de proteção da floresta.
  3. Inovação e Ciência:Prémio que distingue projetos inovadores provenientes da academia ou outras entidades relacionadas com a área. Podem candidatar-se a esta categoria trabalhos na área das ciências exatas, sociais, humanas e naturais, entre outras.
  4. Escola e a Floresta:Prémio que distingue projetos de escolas através de trabalhos realizados por alunos que frequentem o 10º, 11º e 12º anos, e coordenados por docentes. O tema é “O Valor da Floresta em 3 minutos” e deverá ser apresentado em formato vídeo (com cerca de 3 minutos).
Partilhar...Email this to someoneTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on LinkedIn

  Categoria: Notícias dos Associados


Comissão Europeia distingue Sonae pela aposta nas startups e na inovação

2018-02_sonae

 

Multinacional integra pelo segundo ano consecutivo a lista restrita dos “Open Innovation Challengers” a trabalhar com startups na Europa. Sonae também recebeu, pela primeira vez, um prémio pela sua abordagem distintiva à inovação aberta com startups, através da Bright Pixel.

 

A Sonae foi distinguida pelo segundo ano consecutivo em nome da Comissão Europeia como uma das melhores empresas europeias a trabalhar com startups. A multinacional integra a restrita lista de empresas classificadas como “Open Innovation Challengers”, da autoria da Startup Europe Partnership. A distinção da Sonae resulta da opinião das startups europeias sobre as melhores empresas com quem colaborar para o desenvolvimento dos seus projetos e reflete o trabalho desenvolvido ao nível dos negócios de Retalho da Sonae, da área de Sistemas de Informação (BIT), da Sonae IM, da NOS e da Sonae Sierra.
Nuno Lopes Gama, diretor de Inovação e Tecnologias Emergentes na Sonae, afirma: “Mais uma vez a Sonae é premiada pela disponibilidade e abertura para com as startups europeias. Este reconhecimento internacional traduz a aposta crescente dos negócios da Sonae em projetos de inovação assentes no conhecimento, no empreendedorismo e numa colaboração estreita com aquele ecossistema, com o objetivo de criar vantagens competitivas relevantes e duradouras e por isso capazes de reforçar as posições de liderança do Grupo”.

No âmbito dos prémios “Europe’s Corporate Startup Stars”, a Sonae foi também distinguida com o prémio “Open Innovation Innovative Approach Award” pela forma inovadora como trabalha com startups, designadamente através da Bright Pixel, venture studio que tem investido no capital de diversos projetos a nível europeu e mundial e apostado em iniciativas disruptivas para potenciar o desenvolvimento de negócios.

Celso Martinho, fundador e diretor-geral da Bright Pixel, declara: “Este é um reconhecimento importante do trabalho desenvolvido pela Bright Pixel, que reforça o nosso compromisso em continuar a investir na inovação, na transformação digital, na abordagem às startups e à forma como estaspassam das ideias ao produto, e na criação  de condições para desenvolver negócios sustentáveis”.
De entre os projetos que estiveram na base deste prémio, destacam-se o Insert Coin e o GovTech. O primeiro assenta no conceito de “startup on demand”, ou seja, é realizada uma “call” a empreendedores com ideias para resolver desafios lançados pela própria Sonae, para os quais o mercado ainda não oferece uma solução adequada. Os selecionados são posteriormente apoiados pela Bright Pixel em todo o processo de criação da empresa.
Já o GovTech, tratou-se de um concurso promovido em parceria com o Governo português, no qual as startups tiveram o desafio de apresentar um protótipo relativamente a um dos 17 objetivos de desenvolvimento sustentável definidos pela ONU e apenas três seriam selecionadas para ganhar o prémio de 30 mil euros para o desenvolvimento da ideia. O processo de eleição dos vencedores foi realizado através de uma plataforma de votação baseada em tecnologia blockchain, desenvolvida pela equipa da Bright Pixel, na qual foram emitidas 4.959.400 moedas virtuais, das quais 4.559.312 foram investidas nos melhores projetos pelos 1.734 investidores que se registaram.

O ranking “Europe’s Corporate Startup Stars” foi elaborado pela consultora em inovação aberta Mind the Bridge e pela fundação para a inovação Nesta no âmbito da iniciativa Startup Europe Partnership (SEP) da Comissão Europeia. A SEP foi criada pela Comissão Europeia, em janeiro de 2014, no Fórum Económico Mundial de Davos, e é a primeira plataforma de inovação aberta pan-europeia dedicada a transformar as startups europeias em scaleups (empresas com escala) através da criação de ligações com empresas globais e mercados de capitais.

Partilhar...Email this to someoneTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on LinkedIn

  Categoria: Notícias dos Associados


BREXIT- oportunidades e desafios para o setor automóvel 

aida-logo_em-2-linhas

 

No pressuposto de esclarecer a questão Brexit às empresas portuguesas exportadoras sobre os seus possíveis impactos, a AICEP organiza, com a colaboração da CIP – Confederação Empresarial de Portugal e o apoio da AIDA – Associação Industrial do Distrito de Aveiro, o Seminário “BREXIT – Oportunidades e Desafios para o Setor Automóvel”, dia 28 de novembro em Aveiro, nas instalações da AIDA , das 14h00-17h30.

As negociações de saída da União Europeia por parte do Reino Unido (BREXIT) prosseguem com um nível de incerteza elevado, apesar de a data prevista para a sua efetivação ser a 29 de março de 2019.

O Reino Unido é o 4º mercado das exportações portuguesas de bens e o 1º mercado de exportações de serviços, importando analisar os vários cenários estimados para o desenlace das negociações, sobretudo no que diz respeito às implicações aduaneiras e pautais, mas também no que diz respeito às barreiras não alfandegárias.

Esta ação conta com a intervenção especializada de representantes da Autoridade Tributária e Aduaneira, da Direção Geral da Atividades Económicas do Ministério da Economia e com a participação das Associações empresariais representativas das fileiras setoriais, estando também prevista a realização de espaço alargado para debate.

Destaque para a presença do Delegado da AICEP na capital do Reino Unido, Rui Boavista Marques e para a participação da Direção Geral de Assuntos Europeus do Ministério dos Negócios Estrangeiros, proporcionado aos participantes uma atualização da informação relativa ao estado atual destas negociações.

Contamos com a sua presença! INSCREVA-SE!

Consulte o programa: Programa 

As inscrições poderão igualmente serem efectuadas para os e-mails: c.vieira@aida.pt ; d.costa@aida.pt

Partilhar...Email this to someoneTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on LinkedIn

  Categoria: Notícias dos Associados