Categoria: Newsletter



Envolvente Empresarial – Síntese de Conjuntura, Síntese de Legislação Nacional e Comunitária e Notícias e Consultas Públicas da União Europeia

sintese

 

novembro 2018

Edições Anteriores

outubro 2018

setembro 2018

julho 2018

junho 2018

maio 2018

abril 2018

março 2018

fevereiro 2018

janeiro 2018

dezembro 2017

novembro 2017

outubro 2017

setembro 2017

julho 2017

junho 2017

maio 2017

abril 2017

março 2017

fevereiro 2017

janeiro 2017

Partilhar...Email this to someoneTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on LinkedIn

  Categoria: Newsletter


Mercadona prepara a abertura de 8 a 10 lojas em Portugal em 2019

logo_mercadona_pt_quadrado

 

  • Depois de iniciar em 2016 o seu projeto de internacionalização em Portugal, o Comité de Direção da empresa aprovou, em agosto, a abertura de 8 a 10 lojas em Portugal em 2019.
  • O empenho de toda a equipa e a aprendizagem sobre o mercado e os consumidores portugueses, ao longo destes mais de dois anos de preparação desta primeira fase de internacionalização, motivam e permitem esta decisão de aumentar o número de aberturas inicialmente previsto no próximo ano.
  • Esta nova decisão vai refletir-se, nesta primeira fase, num investimento total de 100 milhões de euros e prevê a criação de 450 postos de trabalho que, somados aos 200 já existentes, totalizam 650 colaboradores em Portugal.

O Comité de Direção da empresa de supermercados Mercadona decidiu, com base no estabelecido para esta primeira fase de internacionalização, avançar com a abertura de 8 a 10 lojas em Portugal no segundo semestre de 2019 (o número final será definido em função da evolução das licenças e o avanço das obras).

A decisão surge passados mais de dois anos desde o anúncio da internacionalização para Portugal, durante os quais a empresa se dedicou a estudar e conhecer o mercado, os consumidores e os fornecedores portugueses. Esta aprendizagem, aliada ao empenho da equipa da Mercadona, permitem agora que a empresa possa anunciar a abertura de 8 a 10 supermercados no próximo ano, indo além do objetivo inicial das 4 lojas, anunciado em 2016.

As lojas vão estar localizadas nos distritos do Porto, Braga e Aveiro. Isto implica que aos 25 milhões de euros de investimento inicialmente previstos para esta fase somam-se agora mais 75 milhões, alcançando um total de investimento de 100 milhões de euros para o arranque da expansão em Portugal. Com o objetivo de garantir a preparação da entrada no país e a abertura destas lojas em 2019, a empresa prevê criar cerca de 450 postos de trabalho que, somados aos 200 já existentes, totalizam 650 colaboradores em Portugal.

Desde que anunciou a entrada em Portugal, a premissa da Mercadona tem sido sempre: “Em Portugal, queremos ser portugueses”. O primeiro grande passo foi a criação da sociedade Irmãdona Supermercados S.A., com domicílio fiscal em Portugal. A empresa tem sede no Porto, onde se situam os escritórios centrais, além dos existentes também em Lisboa.

escritorios-centrais-mercadona-porto

Sede social de Irmãdona Supermercados S.A., no Porto

Também foi iniciada a atividade no Centro de Coinovação, em Matosinhos; um macrolaboratório de ideias de 1.000 m2 que ajuda a equipa da Mercadona a definir, junto dos clientes portugueses, o sortido de produtos em Portugal, totalmente adaptado às necessidades deste mercado. É neste centro que as equipas de trabalho estudam ao detalhe os gostos e hábitos de consumo do “Chefe” português (como a Mercadona denomina os clientes).

A Mercadona está também a construir, em duas parcelas com uma área total de 50.000 m2 na Póvoa de Varzim, um bloco logístico que servirá para o desenvolvimento da atividade logística em Portugal.

Atualmente, a empresa conta com 200 colaboradores portugueses e continua com os processos de seleção de todos os postos inicialmente previstos.

“Todos estes factos confirmam que Portugal é uma grande oportunidade para iniciar o crescimento internacional da empresa, e estamos muito entusiasmados com a decisão e o desafio de um projeto com o qual estamos muito comprometidos”, manisfestou o Presidente da empresa, Juan Roig.

Quadro-resumo dos dados e compromisos para esta primeira fase até 2019

  2019
Número de lojas 8 – 10
Blocos Logísticos 1
Número de colaboradores 650
Investimento em Obras / Instalações > 100 M€
Compras a fornecedores portugueses > 70 M€

 

Partilhar...Email this to someoneTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on LinkedIn

  Categoria: Newsletter, Notícias


CERTIF – Associação para a Certificação

certif_quadrado

 

A CERTIF – Associação para a Certificação, perto de comemorar os 20 anos de atividade, é o líder nacional na certificação de produtos e serviços e na marcação CE no âmbito dos produtos de construção.

Organismo de certificação, com o estatuto de associação de direito privado sem fins lucrativos, constituída por 27 Associados, entre associações empresariais, centros tecnológicos e laboratórios, que representam os mais diversos setores de atividade, a CERTIF tem como princípios a independência, o rigor técnico e a credibilidade como forma de salvaguardar a imparcialidade e integridade da sua atuação, assegurando uma correta gestão de eventuais conflitos de interesse. Como suporte desta política está acreditada pelo IPAC – Instituto Português de Acreditação para as normas EN ISO/IEC 17065 (produtos, serviços e processos) e ISO/IEC 17021-1 (sistemas de gestão).

 

Serviços Prestados

Enquanto Associação, presta aos seus Associados o apoio solicitado em matérias da sua competência, apoio esse focado no fornecimento de informação de interesse para as empresas e relacionada com questões sobre certificação e regras técnicas. Neste apoio está excluído qualquer tipo de consultoria, que estaria em conflito com a sua atividade.

A CERTIF oferece às empresas serviços de certificação nos mais diversos domínios, pese embora o facto de o seu core business ser a certificação de produtos e serviços, bem como a marcação CE no âmbito dos produtos de construção, onde é líder de mercado.

A sua atividade desenvolve-se em vários setores económicos, cobrindo áreas muito diversas, tais como: alimentar, construção, desporto e lazer, elétrica, energia, gases fluorados com efeito de estufa, metalomecânica, plásticos, segurança, serviços, software, telecomunicações e transportes.

A gama de referenciais de certificação que a CERTIF disponibiliza é, igualmente, muito vasta, procurando satisfazer as necessidades das empresas, e engloba: produtos, serviços, processos, controlo de produção de betão, software, pessoas, sistemas de gestão  da qualidade, ambiente, segurança e saúde no trabalho, segurança alimentar e gestão da energia, setor automóvel (ISO TS 16949), HACCP e marcação CE no âmbito do Regulamentos dos Produtos da Construção

 

Reconhecimentos

 Para além da sua acreditação pelo IPAC para as normas ISO/IEC 17021-1 (sistemas de gestão da qualidade, ambiente, segurança e saúde no trabalho e segurança alimentar) e NP EN ISO/IEC 17065 (produtos, processos, serviços e marcação CE), a CERTIF é membro dos Acordos de Reconhecimento Mútuo na área elétrica no âmbito europeu, HAR e ENEC e internacional, CB-Scheme. É reconhecida pela Civil Defense dos Emirados Árabes Unidos para a certificação de equipamentos e centrais de alarme contra incêndio e empowered body para a concessão da Solarkeymark para equipamentos solares térmicos.

A CERTIF é o representante nacional no Advisory Board do Grupo dos Organismos Notificados europeus no âmbito do Regulamento dos Produtos de Construção.

 

 

Apoio à Exportação

A CERTIF é associada da Eurocer-building, ETICS e IECEE, o que lhe permite o acesso aos acordos de reconhecimento mútuo e ao estabelecimento de acordos bilaterais, com vista à aceitação dos certificados que emite nos mercados de destino. As exigências ao nível da certificação de produtos em vários países surgem por decisão dos clientes, o que acontece em mercados mais exigentes, ou por imposições legais. A CERTIF procura apoiar os seus clientes no reconhecimento dos seus certificados ou na obtenção de certificações locais através da aceitação das suas auditorias e ensaios, o que torna mais competitivos os produtos.

 

Partilhar...Email this to someoneTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on LinkedIn

  Categoria: Newsletter